Baú do Colaborador

Museu da Imagem e do Som em Balneário Camboriú

Museu da Imagem e do Som em Balneário Camboriú, por Daniele Haak

Este ano, coloquei como meta explorar mais o que minha cidade, Joinville- Santa Catarina, oferece, assim como as cidades próximas. Essa meta surgiu depois de uma conversa com amigos numa viagem ao exterior na qual falávamos sobre o fato de nos dispormos a conhecer lugares com duas ou três horas de distância, que muitas vezes nem estavam no roteiro inicial, mas acabávamos incluindo, e perto de nossa casa, nem sempre ou quase nunca, temos a mesma disposição. Existem tantos lugares  e muitas coisas legais acontecendo na “vizinhança” e vamos deixando passar…

Foi tentando cumprir essa meta que tomei conhecimento do recém-inaugurado MUSEU DA IMAGEM E DO SOM que fica em Balneário Camboriú, cidade litorânea a 102 Km de minha cidade, pela BR 101.

O Museu foi inaugurado em julho de 2018 e conta com o maior acervo da América Latina dedicado à história da imagem e do som. Com mais de 3 mil itens, a coleção ocupa seis andares de um prédio no centro da cidade, construído especialmente para  essa finalidade . 

Todo o acervo é de  Fernando Delatorre, filho de Eduardo Delatorre, o responsável pela construção dos três primeiros cinemas de Balneário Camboriú – Cinerama, Autocine e Cine Itália. 

A exposição, em ordem cronológica, começa pela história do cinema com uma sala dedicada aos Irmãos Lumière, passa por Charlie Chaplin e outros, até chegar aos dias atuais. No museu existem dois auditórios, em um deles assistimos ao filme A dog’s Life de Chaplin, produzido e filmado em 1918. No outro, passava um filme do Gordo e o Magro. 

Fonte: Internet
Fonte: Internet

 

O rol de raridades inclui um gramofone inglês fabricado em 1890 e um filme original de Charles Chaplin em 9,5 milímetros, com data de 1917. Ainda há um harmônio (instrumento musical) que funciona e que pertencia à uma antiga igreja de Camboriú e também lanternas mágicas, máquinas fotográficas, filmadoras, rádios, vitrolas e televisores. As peças vêm da Argentina, Uruguai, Chile, Estados Unidos, Europa e Brasil. 

É um programa absolutamente imperdível para os amantes da Sétima Arte, assim como para os amantes do rádio!

Além da imagem e do som, o museu também abriga a coleção de selos e moedas de Delatorre.

O museu fica aberto de terça a domingo, das 13h às 18h. 

Endereço: Rua 700, n.º 44, Centro, Balneário Camboriú/Santa Catarina,

Ingressos: R$ 20,00 inteira. (valor pago em 20/04/2019)

Nota do Blog: O Baú de Família já esteve na Casa dos Irmãos Lumière, os grandes inventores do cinema, e na rua onde filmaram A saída da fábrica, um dos filmes da primeira sessão do cinematógrafo, no Grand Café de Paris em 28 de dezembro de 1895,  La sortie de l’usine Lumière à Lyon (A saída da fábrica Lumière em Lyon).  Te conto tudo nesta carta de Memórias aqui!

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: