Viagem

Sul da França – Avignon

Avignon, no Sul da França – Provence, foi uma das cidades mais lindas que conheci, me emocionei de ir às lágrimas, juro! Ao chegar na praça central e dar de cara com as grandes muralhas que cercam a fascinante cidade, foi difícil conter a emoção! A cidade, que fica a 650 Km de Paris e a 80 Km de Marselha e à esquerda do Rio Rhône, tem um pouco mais de 95 mil habitantes. É servida pelo TGV, o trem rápido da França, contando com três estações ou gares.

Introdução feita, vamos aos fatos! Avignon é conhecida pelo imenso Palais des Papes de 1309, uma gigantesca construção gótica medieval. Em decorrência de um conflito de facções da Igreja em Roma, o papa Clemente V,  incentivado pelo ardiloso Filipe IV da França, transferiu a sede da corte Papal para a Provence e permanceram até 1377. Neste período, seus sucessores transformaram o modesto prédio episcopal em um magnífico e suntuoso palácio. Este que me levou a chorar!

Curiosidades: Foram sete papas que reinaram em Avignon e poucos ficaram conhecidos por sua santidade. Clemente V morreu comendo esmeraldas em pó, prescritas como cura para indigestão. Clemente VI julgava que o luxo era a melhor forma de honrar a Deus. Petrarca ficou chocado com a torpeza do universo. Em 1367, Urbano vetou que a Cúria voltasse a Roma, o que aconteceu em 1377.

Arquitetura: O palácio tem dez torres, algumas com mais de 50m de altura, e foi projetado como um forte militar imbatível. Cobria uma área de 15 mil metros quadrados. Mais parecendo a cidadela de um senhor da guerra do que um palácio papal, a fortificação reflete o clima inseguro da vida religiosa do século 14. O Palácio compreende o Palais Vieux (1334-42), simples, de Benedito XII, e o luxuoso Palais Neuf, de Clemente VI (1342-52).

Destaques:

Grand Tinel: Uma série de tapeçarias Gobelin do século 18 está agora exposta no enorme hall de banquetes, no qual os cardeais se reuniam, no Grand Tinel.

Sala dos Alces: uma das salas mais bonitas do Palácio, era a sala de Clemente VI, com afrescos de caça e azulejos do século 14.

Sala dos Guardas: está situada na Ala dos Grandes Dignitários. A divisão tem 17 metros por 10 m e compõe-se de dois vãos desiguais com abóbadas nervuradas.

Câmara do Tesoureiro: com um teto muito alto, possui várias portas e oferece uma agradável vista. A divisão chamada de Cubiculaire é uma das mais belas salas do palácio, tendo sido habitada pelo cubicular do papa, Bernard de Saint-Étienne. 

Ala do Conclave: possui a Sala do Conclave, que foi, antigamente, o apartamento dos hóspedes. Permaneceram ali o rei João, o bom, o imperador Carlos IV, Pedro IV, rei de Aragão, Luís II de Bourbon, e os duques de Orleães, de Berry e da Borgonha. 

Padaria:  servia, na época, para a intendência e a confecção das refeições da corte (ou seja, mais de 300 refeições por dia) e o fornecimento de refeições aos pobres (distribuição de pão e vinho a 800 pobres por dia).

Grande Adega (ou Grande Adega de Bento XII): antiga cave escavada em 1337 no rochedo.

Sala da Grande Audiência, ou Tribunal da Rota: obra-prima de Jean du Louvres, apelidado de Loubières, possui 52 metros de comprimento poe 16,80 de largura e 11 metros de altura.

Hall do Consistório: afrescos de Simone Martini  (1340).

Aqui você encontra as informações atualizadas de horários e preços. É possível fazer visita guiada individual ou em grupo. Tem audioguia em onze línguas, inclusive o português, como fizemos.

Depois da visita, um belo almoço no Montardier du Pape localizado no coração da Place du Palais com a vista mais perfeita da cidade. Você pode conferir os preços atualizados no link.

E a cidade tem outras incríveis atrações como o Petit Palais, que foi residência oficial do Arcebispo de Avignon, a Catedral de Notre Dame dês Doms com sua cúpula românica e o museu arqueológico Lapidaire, com estátuas, mosaicos e outras esculturas provençais do período pré-romano. Infelizmente, apesar de termos dormido na cidade, não tivemos oportunidade de conhecer.

Outro monumento famoso em Avignon é a Pont St-Bénézet, ou popularmente conhecida como Ponte de Avignon e foi imortalizada na canção de ninar do folclore francês: Sur le pont d’Avignon. A ponte do século 12  foi toda destruída por enchentes que aconteceram em 1668. Ela media 900 metros de comprimento e hoje, acaba abruptamente sobre o Rio Rhône. Dos 22 arcos existentes, somente restaram quatro e em um deles, encontra-se a pequena Chapelle St-Nicolas, onde antes estavam os restos mortais do Santo que deu nome a construção. Precisaram ser retirados em função das inundações e agora, estão na Igreja Didier, na cidade.

Um pequeno vídeo sobre Avignon. Vale a pena conferir!

A canção que tornou a Pont St-Bénézet famosa para qualquer petit francês!! Abaixo a letra e a tradução.

Sur le pont d’Avignon / Na ponte de Avignon

On y danse, on y danse                                            Nós dançamos, nós dançamos
Sur le pont d’Avignon,                                              Na ponte de Avignon
on y danse, tout en rond.                                        Nós dançamos, todos em roda (ou todos em volta)

Les bell’s dam’s font comm’ ça,                           A barragem do sino faz isso,
Et puis encor’ comm’ ça.                                         E então, novamente.

Les beaux messieurs font comm’ ça                 Senhores belos fazem isso
Et puis encor’ comm’ ça.                                          E então, novamente.

Les cordonniers font comm’ ça                           Os sapateiros fazem isso
Et puis encor’ comm’ ça.                                          E então, novamente.

Les blanchisseuses font comm’ ça,                   As lavadeiras fazem isso,
Et puis encor’ comm’ ça.                                         E então, novamente.

Para terminar, não poderia deixar de falar sobre o Festival de Avignon, que é o maior festival cultural da França e inclui balé, teatro e concertos clássicos. O festival off apresenta teatro de rua e música da folclórica ao jazz. Normalmente acontece entre os meses de julho e agosto, mas acompanhe a programação no link, porque tem muita coisa boa para acontecer no próximo mês de novembro também!

 

 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s