Crônica

Contra a Lógica

Existem coisas que desafiam a lógica. E tudo que não faz sentido ao mundo, faz menos ainda para mim. É como se fosse uma armadilha e mais cedo ou mais tarde, vai dar merda. Pode ser uma ode ao pessimismo, acho até que é. Mas não é a melhor maneira de definir o medo de avião?

Antes culpar as teorias da física, do que assumir que sou uma cagona e tenho pânico dos transportes aéreos! Portanto, é isso que vou fazer. Camarada, compare um pardalzinho a um jumbo! Quem você acha que pesa mais? Como pode uma coisa daquele tamanhão voar?

É uma dúvida que fica martelando todas as vezes que coloco os meus pés num aeroporto. O pior de tudo é que esta pergunta se instala na minha cabeça com vinte e quatro horas de antecedência do check in e só vai embora na sala de desembarque do meu destino! Assim que eu pego a mala, dou uma respirada tranquila, de um sentimento de alívio provavelmente comparado a achar um vaso sanitário, nos casos de extrema necessidade. Se é que você me entende… Acredite, é a mais pura verdade!

Se você reparar no resumo do “quem sou eu” deste blog, irá perceber que me defino como viajante apaixonada. Olha o drama. Amo viajar, ou seja, ir para os lugares, mas pegar o maldito avião é meu desespero! Sofro como se fosse para a Síria! E posso garantir, e provar com meu passaporte, que nunca fui pra lá. Os destinos de minha família são bem bacaninhas. Ma o processo é bem doloroso para mim.

Além do fato de achar que foram os passarinhos que nasceram pra isso e não máquinas enormes, tem toda sensação claustrofóbica. Apertados naquela lata, nós, os passageiros, mal conseguimos nos mexer. Cruzar pernas, nem pensar, caminhar pelo corredor, é bem difícil. E na hora do banheiro? Socorro, né gente?! Espaço tão pequeno que deve ser o mais próximo de estar num caixão, com a diferença de estar vivo. E tem aquele barulho horrível da descarga, que já foi tema de pesadelo em minha vida! Sonhei que tive um ataque cardíaco de susto, comecei a descer ralo abaixo e ninguém conseguia me tirar lá de dentro, dado o tamanho: lá só cabe a vítima, ou seja, minha pessoa! E eu gritava, gritava!

E agora ainda tem como plus a alimentação que as companhias estão nos oferecendo. Oi? Tem certeza de que é isso mesmo que tem pra hoje? Não vai demorar para nos darem ração humana. Vamos apostar? Enquanto isso o preço das passagens estão pela hora da morte. E cá pra nós, tem mais uns probleminhas que debito na conta da tripulação. A simpatia das comissárias, que ao por as portas em automático, também põem o ar condicionado no menos três graus abaixo de zero, e congelam sem dó nem piedade (com sorrisinho no rosto) todos a bordo! Não raro tenho colecionado pneumonias pós-voo. Porque é claro, que mantinha eles não tem. Nem amor ao próximo.

E a generosidade não para aí. Teve uma vez que presenciei uma cena de uma compaixão difícil de aguentar. Embarque feito, todo povo sentado, uma criança nos seus dois aninhos não parava de chorar de dor de ouvido. Bem, eu acho que era no ouvido, mas tenho certeza de que era dor. A pobre da mãe estava constrangidíssima, com muita vergonha das pessoas, mas penso que todo avião estava era com muita peninha da menina. Faltando uma meia hora para descer, ela capotou de cansaço de tanto chorar. A mãe a repousou na poltrona desocupada ao seu lado e relaxou. – Bom sonhos, querida! Então, surge uma boa moça, chamada aeromoça e encheu o saco para deixar a menina sentada e atada, pois estava na hora do pouso! Tudo bem que regras são regras, mas garanto que a autoridade em questão não era mãe! E me segura que vou esbofetear a criatura!

Tem coisa boa em viajar de avião? Sim, a parte de te levar ao seu destino. Desde que não seja ao infinito e além. E só. Bem, tem a rapidez também, mas um bom trem ultra veloz faria o mesmo efeito. Ai se eu tivesse nascido na Europa, seria tão mais feliz! Alguém aí já soube de algum milagre de Santos Dumont? Seria possível ele ser canonizado um dia? Santo Santos Dumont tenha pena de mim! E me ajude, por favor, estou de viagem marcada!

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s