Crônica

O respeito não mora ao lado

O respeito tá ficando fora de moda. Definitivamente não entrou na última semana fashion muito menos na coleção primavera verão dois mil e bolinha. Está muito difícil encontrá-lo desfilando nas passarelas. Agora, o egoísmo, esse é o must da temporada!! E faz tempo…

Olhar só para si, se preocupar com o próprio bem estar, seu umbigo e seu universo, egocentrismo, é assim que vivemos hoje. Não tem como dar certo. Impossível! Somos seres sociais. Precisamos compartilhar até as vagas de estacionamento dos shoppings, mas tem gente que insiste em achar que é a última bolachinha do pacote. Sabe aquela ideia de que mora numa ilha e vive só?

Temos vizinhos. Quase todo mundo tem, a não ser aqueles que moram no meio do mato ou optaram por um estilo leave me alone de ser. Todos são obrigados a conviver com alguém do lado, quando não em cima ou embaixo. Que relação mais complicada. Não conheço quem não tenha uma história para contar e, infelizmente, nem sempre passa pelo respeito.

Outro dia, amigos contaram que a vizinha de cima só anda de saltinho! Já imaginaram que beleza acordar e tec, tec, tec! Almoçar e tec, tec, tec! Ler o jornal e tec, tec, tec! E assistir ao Bonner e tec, tec, tec!! Geeeente eu teria enxaqueca para o resto da vida! Interminável! Minha amiga avisou à chiquérrima, que ela deveria andar de pantufas para o bem do condomínio. É ou não falta de respeito? Poxa, vivemos em comunidade! Saltinho moça? Tem certeza?

E se os vizinhos dão trabalho, imaginem seus animais de estimação? Se às vezes os donos não são educados, o que esperar de seus pets!!? É um tal de latidos de cachorros chatos, gatos que passeiam por casas alheias, isso sem falar nas cácas! Sim, porque tem gente que teima em não juntar os presentinhos que seus animais deixam por aí. O que me indigna é o fato de pensar que esse povo acha que temos que gostar. Se eles aturam o latido insuportável às seis da manhã de seu cachorrinho, por que eu tenho que aguentar? Quem disse que gosto de ser acordada desta maneira? E às seis da manhã? Puxado!

Conhece alguma coisa mais pessoal que o seu lixo? Sim, o lixo, aquele que, segundo os filmes de detetives denunciam todos nossos gostos particulares e ainda por cima dizem quem somos e com quem andamos! Pois minha colega teve seu sagrado lixo remexido pela vizinha!! Acredite se quiser, mas é a mais pura verdade! E além de ter todos os seus segredos descobertos, a meliante, quer dizer, a vizinha levou uma bandeja quebrada que minha colega tinha posto fora!! Pra que meu Deus? O que a criatura faria com um treco quebrado? Necessidade ou caso de polícia?

Se vamos ser vizinhos, vamos respeitar os limites. Limites da boa educação, do bom convívio e de liberdade. Sabe aquela máxima, minha liberdade termina onde começa a sua, e blá, blá, blá! Certíssima! Chavões e clichês são ótimos para pautar nossa vida! Tá com dificuldades de entendimento? Puxa um clichê! Ou quer que desenhe?? Respeite para ser respeitado. Bom senso amigos!

Agora veja você, que o Bob Marley se mudou para a casa ao lado da minha, tá queimando mato e não tá nem aí se o cheirinho tá chegando aqui no meu nariz! Fazer o que? Baseado (perdão pelo trocadilho!) no nosso bem viver: eu respeito! No, woman no cry!

5 comentários

  1. Temos um vizinho com um cachorro que começa a latir umas 4 ou 5h da manhã, e prossegue assim até a noite.
    Fico me perguntando, se eles não têm tempo para ficar em casa cuidando do cachorro, que se sente sozinho e, portanto, demonstra esse sentimento pelo latido, por que raios eles têm um bichinho? Para satisfazer o ego deles e, consequentemente, atrapalhar os vizinhos?

    Respeito é um negócio que realmente tá entrando em extinção!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s