Viagem

Sagrada Família de Gaudí

“A ciência descreve as coisas como são; a arte, como são sentidas, como se sente que são.”  Fernando Pessoa.

O Temple Expiatori de la Sagrada Família, ou em português Sagrada Família, igreja de Barcelona criada pelo mais famoso arquiteto modernista,  Antoni Gaudí, para mim foi um encontro inesquecível. Assim que coloquei meus pés dentro da igreja senti, toda a essência e definição de arte na minha frente. O artista materializou naquela obra, sentimentos, sensações e emoções. É impossível não sentir nossa consciência transcender e ser estimulada  a refletir através da arte e do belo.

Acredite, eu não sabia que lá dentro teríamos as surpresas que tivemos. Aquela luz divina filtrada pelos vitrais, nos faz chegar perto do céu, pura poesia. As cores são absurdamente lindas! E é mais incrível saber que nada ali foi sem querer. Gaudí era um gênio. Em cada porta, banco, coluna, torre ou parede, existem detalhes em que nossos olhos são surpreendidos e tudo é absorvido imediatamente por nosso coração e mente. Nos abala e perturba positivamente.

Portanto, quando estiver em Barcelona, vá para a Sagrada Família, não por ser aquela igreja que não foi terminada, e sim porque é um lugar que vai te emocionar e vai modificar seu estado de espírito. A Sagrada Família é inspiração, contemplação, conhecimento e é arte.

Um pouco mais sobre a igreja inacabada:

Sua construção começou em 1882 como uma igreja neogótica local e Gaudí assumiu um ano depois, com a tarefa de concluí-la.  O arquiteto concebeu a igreja como se fosse uma estrutura de floresta, que são os preceitos básicos do modernismo, ou seja, as formas orgânicas relacionadas à natureza. Dedicou 40 anos à obra e foi o trabalho de sua vida. Nos últimos 14 anos viveu como um recluso.

Quando morreu, só uma torre estava concluída, mas a obra prosseguiu depois da Guerra Civil espanhola e outras mais foram acabadas segundo o projeto original: quando serão um total de 18 torres erguidas. Doze dedicadas aos Apóstolos, quatro aos Evangelistas, uma à Virgem e outra à Jesus Cristo. Atualmente, estão prontas oito torres, todas revestidas de mosaicos.

Estima-se que a Sagrada Família fique pronta em 2026, com 4500 m2 de edificação e capacidade para 14 mil pessoas.

Nos programamos com antecedência e compramos os ingressos para a icônica obra de Gaudí pela internet, do Brasil. As filas são grandes e não queríamos perder tempo.

Chegamos pela fachada da Paixão, onde é a entrada principal,  que retrata o sofrimento e execução de Jesus. Um alpendre, apoiado por seis pilares inclinados semelhantes às raízes de uma árvore, resguarda os 12 grupos de esculturas organizadas para serem vistas de baixo para cima e da esquerda para a direita, num S invertido.

 

A fachada da Natividade é a parte mais completa da igreja de Gaudí, terminada em 1930, tem portais que representam a Fé, a Esperança e a Caridade, e cenas do nascimento e infância de Cristo com símbolos como as pombas que representam a congregação.

 

Os vitrais estão pensados para distribuir uma iluminação suave e harmônica, criando um efeito de recolhimento, e têm forma geométrica abstrata; os vitrais de cores são obra de Joan Vila i Grau, pintor e vitralista espanhol.

 

A abóboda  e as colunas da nave principal.  As colunas lembram árvores divididas em diversos ramos, uma floresta em perfeita harmonia. Repare na imensidão do teto, quase infinito. Impossível não se atordoar com tamanha beleza.

 

A cripta onde Gaudí está sepultado foi começada pelo primeiro arquiteto da igreja, Francesc de Paula Villar i Lozano, em 1882. Aqui se realizam serviços religiosos.

 

Um museu no andar de baixo traça as carreiras dos arquitetos e a história da igreja.

 

A Sagrada Família fica no bairro de Eixample onde nos hospedamos também. Durante nosso café da manhã, podíamos olhar para ela ou ver que ela estava nos olhando… Imponente e linda!

6 comentários

  1. Também fiquei impressionada com a Igreja. Fiz a visita guiada e subi na torre do nascimento que oferece uma bela vista de Barcelona. Gaudí foi realmente um gênio! Excelente o post, contando a história da igreja e de sua longa construção, que hoje é financiada com os recursos arrecadados com as visitas. Amei.

    Curtir

  2. Amei o post e as fotos escolhidas, estão incríveis. Quero ler muito mais mas já quero lhe dar o parabéns pois estou gostando muito, você escreve de maneira clara e descontraída e a gente fica viajando junto.
    Parabéns, estou amando!!!

    Curtir

  3. Estivemos em Barcelona e também nos apaixonamos pelas obras de Gaudí. A Sagrada Família é maravilhosa, mas seu texto e fotos ampliaram minha admiração. Parabéns, deu vontade de voltar!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s