Crônica

Sob Encomenda

Minha filha me vê escrevendo sem parar e fica muito curiosa. Outro dia me perguntou se qualquer assunto poderia virar crônica. Sim, é claro, afirmei sem pestanejar! E minha resposta sem pensar me colocou numa sinuca, numa verdadeira encruzilhada. Diante de seus olhinhos sagazes, surgiu a brilhante ideia de desafiar sua mãe: então escreve sobre as Monsters Highs!!!

E agora? Beco sem saída. Não posso deixar de escrever sobre isso especialmente para a minha filhinha. E se ela achar que eu estava mentindo? Não. E também não posso desistir. Friozinho na barriga. Ao mesmo tempo ser instigada em minha capacidade de escrever, desperta um sentimento bacana. Será que consigo?

E a vida é assim mesmo, ou deveria. Sair da zona de conforto precisa fazer parte de nosso cotidiano. É necessário ir em busca. Ir atrás. Correr. Dar a cara a tapa! Não tem essa de desviar um obstáculo. Vamos em frente. Vamos pular. Passar por cima e quem sabe tratorar o obstáculo. Nunca as pessoas. Atenção! Isso é muito feio! Não esqueça: hay que endurecerse sin perder la ternura jamas!

Precisamos é enxergar um desafio como combustível para crescer. Vontade de evoluir, conquistar, amadurecer. E esse não é só um papo de auto-ajuda, neurolinguística ou filosófico. Se bem que tá parecendo mesmo. Mas é verdade. E talvez formatar o cérebro para as provocações que o mundo nos apresenta, seria uma maneira legal de chegar lá. Onde? Na realização de nossos desejos, ora. Minha filha me deu a oportunidade de dar um grande exemplo. Sua convocação foi meu estímulo.

E não é isso que queremos mostrar aos filhos? Que não se dá meia volta ao encontrar a primeira porta fechada. Tá difícil? E quem disse que é fácil?! Existem milhões de pedras no nosso caminho. Mas vamos lá. Te ensino que é preciso passar por elas. Te mostro o caminho se preciso for. Te digo e incentivo a ir em frente. Estaremos juntas de mãos dadas e refazer aquela brincadeira de dar pulões ao final da escada rolante. Toda vez que o desafio estiver na sua frente, eu estarei ao seu lado. Todas as vezes que você precisar de mim.

E as Monster Highs? A sim, são bonecas lindas, dependendo do ponto de vista, óbvio, mas principalmente da idade. Para as garotas de oito anos elas são o que há. São fashion, modernas, inteligentes! Tudo bem que são um pouco monstrenguinhas, mas nem toda a beleza do mundo é desprovida de imperfeição. Portanto, é isso mesmo! Com as bonecas aprendemos que não somos iguais. E como é bom ser diferente!

A Draculaura é vampira, e por isso mesmo gosta, digamos, dos sucos mais vermelhos. A Spectra é uma fantasminha, imagino que deva passar por entre as pessoas. Ui! A Clawdeen é filha do lobisomem e uiva como um cachorro louco nas noites de lua cheia. Pobre dos vizinhos! E tem mais umas quatro ou cinco outras monsters. E para ser bem honesta, todas saídas de uma sexta-feira treze alucinada!

Cada qual com sua característica. Cada uma com seus gostos e peculiaridades. Roupas, cortes e cicatrizes. Estranhas, esquisitas. Cabelos coloridos e saltos altíssimos. Personalidades diversas. E cada uma na sua. E todas são super amigas. O respeito à individualidade é uma boa lição para as meninas. E manter as amizades também é um bom exemplo. Sabe aquelas pedras que falei? As que encontramos na nossa vida? Então, passar por elas junto aos amigos facilita bastante.

É filha, qualquer assunto definitivamente pode virar uma crônica! E a partir de agora aceito todas suas encomendas!

5 comentários

  1. Adoro bonecas, mais meu mundo também é virado em carinhos, bolas, lutinhas, nurfs…… mais sempre quis comprar uma Monster dessas pra mim,, vou seguir sua cronica e investir.. kkkkkk.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s