Memórias

Cartas – Feliz em Lyon

Em 2004, meu marido precisou trabalhar alguns meses em Lyon, na França, e lá fomos nós… Aqui estão algumas cartas que escrevi para minha família contando nosso dia-a-dia e nossas impressões sobre o incrível momento que estávamos vivendo.

Lyon, 15 de outubro de 2004.

Oi mãe querida!

O Renato disse que estou te pressionando para vir. Tu sabe que não é isso, né? É que amo tua companhia e queria que tu visse (ainda quero que tu veja) o que estou tendo oportunidade de ver e conhecer. E nossas viagens são um espetáculo, né mãe? Sempre nos divertimos. Mas, se não der, não tem problema, agora tenho absoluta certeza de que esta é a primeira de muuuuuitas e tu vai comigo sempre. Afinal já estamos marcadas para o Chile no teu aníver, não é? Eu vou…. Sinto que estamos começando uma fase muuuito legal em nossa vida. E sabe que lá na Koyo a coisa com a Argentina vai se estreitar ainda mais e quem sabe….. poderemos ir sempre.

Mas falaste com a tua paciente? Ela consegue um desconto? Bem, aqui tem um sofá cama de dois lugares. Pena que o Lucas não pode vir…. Isso aqui é pura cultura, inacreditável. Diz pra ele que um dia ele vai ter que abrir mão de mar para vir pra cá. O Gordo também podia vir, né?

Mudando de assunto: estou arrependida de não ter trazido meu sobretudo (aquele marrom que compramos em Riveira), pois é um frio imenso. Deveria ter trazido mais roupas. Hoje soubemos que já está nevando nos Alpes (e são só 150 Km daqui). Hoje choveu bastante e agora que parou, esfriou mais ainda.

O Renato está super feliz, me disse ontem que é a melhor vinda dele pra Europa. Ele tem levado o computador todos os dias pro trabalho e além disso ainda não conseguimos conectar com a internet do quarto (de noite), por isso tenho usado a do Hotel, e no final das contas é até melhor, porque sai de graça e no quarto teríamos (a Koyo, é claro) que pagar telefone. Por isso sento aqui todos os dias quando volto da rua, por volta de 17h – 17h30. Mas os chatos ficam me enchendo. Azar o deles.

O Gordo tem me escrito sim. Manda coisas do tipo: sai do MacDonalds, viva a Europa, etc. Ha HA Ha Ha Ha! Um sarro.

Mãe, tem uma loja aqui que chama Printemps (falam prrrontom) que pelo que entendi tem em toda a França que é a nossa cara, tipo aquelas de departamento do Chile, só que sem móveis e artigos esportivos, mas roupas de homem, mulher e criança e acessórios. Já vi que tem umas bolsas lindas na vitrine, que vou ver se levo pra nós, dá pra usar no nosso verão. E vi também um casaco bem legal, por enquanto o mais barato que vi, por 70 euros (275 reais, ual), mas nas outras lojas são bem mais caros. Vi também uma bolsa linda na Puma, toda em matelassê preta, por 25 euros (84 reais) essa vale a pena!

Ai que saco, acho que mais de cinco pessoas já vieram aqui me olhar tipo: tu não vai sair daí???

A Diesel é linda, mas pra teres uma ideia nem tem preço na vitrine…

Manda um beijo pro Rafa.

O pai é que não me mandou nada. Eu pedi pro Lucas mandar aqueles meus e -mails pra ele, onde eu falo dos passeios, será que ele mandou?

Amanhã vai ser legal, pois o Renato vai estar comigo e vamos passear, inclusive comprar a máquina. Assim que der, estou mandando fotos.

Mil beijos, vou mandar outro mail contando o que fiz hoje. Aguarde.

Muitos, muitos beijos, te amo, te cuida!!

Saudades sempre, Dani

Ruas de Lyon.

 

La Fresque Lyonnais. Nesse prédio estão pintadas 30 personalidades nascidas na cidade.

 

Saint-Exupéry e le Petit Prince.

 

Chef Paul Bocuse.

 

Irmãos Lumière: inventores do cinema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s